Assecor

Ministra do planejamento recebe dirigentes do Ciclo de Gestão e Núcleo Financeiro

Na audiência, marcada para a tarde desta quarta-feira (13), será entregue uma carta que estabelece os pontos relevantes para as carreiras que devem ser debatidos com o Governo

A reunião realizada na sede da ASSECOR, na manhã desta quinta-feira (7), contou com a presença de 17 dirigentes de entidades que compõem o Ciclo de Gestão e Núcleo Financeiro. Nessa oportunidade, foram estabelecidos a forma de produção e o conteúdo de uma carta com pontos relevantes para serem debatidos com o governo, que será entregue para a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, nesta quarta-feira (13).

Por meio de uma votação, o grupo estipulou três pontos que devem integrar o documento: implementação do Memorial de negociações firmado entre a SRH/MP e entidades do Ciclo de Gestão e do Núcleo Financeiro, no dia 15 de dezembro de 2010, nesse caso, excetua-se a AFIPEA; alocação de recursos para a recomposição salarial e realização de concursos; definição de uma política de recomposição salarial.

A carta destaca que não serão dispensadas negociações específicas das entidades com os setoriais. Além disso, ainda traz a questão do cumprimento dos acordos e projetos já estabelecidos em relação ao mandato classista.

O vice-presidente da ASSECOR, Antonio M. R. Magalhães foi escolhido para redigir a carta, assinada por todos os dirigentes das entidades.

Reunião prévia das entidades

Os trabalhos foram coordenados pelo presidente da ASSECOR, Eduardo Rodrigues da Silva, que iniciou a reunião abrindo espaço para que os dirigentes fizessem breves informes. Foram apresentadas algumas posições que destacaram a importância de iniciar a interlocução com o Governo. Apesar de algumas declarações da ministra, é importante que fique claro qual é a política adotada em relação aos servidores públicos.

“Ficou deliberado que o documento será entregue pessoalmente para a ministra do Planejamento. Além disso, também enviaremos cópia da carta para a cúpula dos órgãos dos servidores envolvidos”, esclareceu o presidente da ASSECOR.

Camila Jungles, assessora de comunicação da ASSECOR.

Comentários por Disqus