Assecor

Assecor alerta: o que você precisa saber e como prevenir o contágio do Coronavírus

O que é o Coronavírus (Covid-19)? 


Os Coronavírus são uma grande família viral que causam infecções respiratórias. O recém agente do coronavírus foi descoberto em dezembro do ano passado após casos registrados na China. O mesmo provoca a doença chamada de coronavírus (Covid-19), sigla em inglês para “coronavirusdisease2019”. 


Quem corre mais risco? 


Pessoas acima de 60 anos e aquelas com doenças crônicas, como diabetes e doenças cardiovasculares. Para esse público, recomenda-se evitar viagens, cinemas, shopping, shows e outros locais com aglomerações. 


As grávidas precisam de atenção redobrada, apesar de ainda não existirem dados específicos da doença em gestantes, as mesmas passam por mudanças imunológicas e com isso a vulnerabilidade. 


E agora? Como me proteger? 


* Lave as mãos com frequência, com água e sabão. Ou então higienize com álcool em gel 70%. 

* Ao tossir ou espirrar, cubra o nariz e boca com o lenço ou braço, e não com as mãos. 

* Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar. 

* Evite tocar os olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos como já indicado. 

* Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos. 

* Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados. 


Como o Coronavírus (Covid-19) é transmitido? 


A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo (cerca de 2 metros), por meio de: gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, toque ou aperto de mãos e objetos ou superfícies contaminadas. 



Não entre em pânico! 


O uso da máscara é recomendado principalmente para pessoas que estão tendo contato mais próximo com pessoas doentes o dia todo. Como por exemplo: médicos e enfermeiros em clínicas e hospitais ou alguém que esteja cuidando de uma pessoa doente em casa. 


Usar máscara em público quando você é uma pessoa saudável é um jeito menos efetivo de evitar o contágio do que se você colocar essa máscara em uma pessoa doente vulnerável. 

 

Por que? 


Bom, se existem dez pessoas em um local fechado e apenas 1 delas está doente. Se todas as pessoas saudáveis estiverem usando máscara e a única doente não, as gotículas cheias de vírus da pessoa doente vão se proliferar em todas as saudáveis. E isso ocorrerá por meio do: cabelo, da própria máscara, celular, roupas, sapatos, bolsas e por todo o ônibus também. 


E é muito fácil para as as outras 9 pessoas ficarem doentes depois, pois as mesmas terão contato com o vírus ao tirar a roupa, encostando objetos no rosto e passando o vírus por meio de contato físico com outras pessoas.


Por isso é importante ressaltar que: se a única pessoa doente utiliza a máscara, as gotículas com vírus ficam contidas, e todo mundo fica seguro. 


NÃO DESPERDICE MÁSCARAS, deixe-as disponíveis para quem realmente precisa. E se você está doente, utilize, assim estará ajudando a não reduzir disseminação de outros vírus também, não só o coronavírus. 


Não há necessidade de se estocar álcool em gel


Apesar de ser recomendado pela OMS e pelo Ministério da Saúde para minimizar a disseminação do coronavírus, ele funciona melhor quando não há sujeiras visíveis na pele, pois os resíduos orgânicos prejudicam sua ação Mais um motivo para lavar as mãos com frequência. 


Também é importante não encostar os dedos no bocal, verificar a validade do produto e checar se há um químico responsável por sua fabricação — uma informação obrigatória no rótulo.


Quando o produto fica opaco, é sinal que perdeu seu princípio ativo, com isso perdendo sua eficácia. 


E quais são os principais sintomas? 


O Coronavírus (COVID19) é similar a uma gripe. Geralmente é uma doença leve ou moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Os principais sintomas são: febre, tosse e dificuldade ao respirar. 


Já existe tratamento contra o Coronavírus (Covid-19)? 


Sim. O tratamento evita o agravamento da doença e reduz o desconforto. No entanto, não há um medicamento para matar o vírus. E a grande maioria dos casos, como acontecem com a gripe são curados sozinhos. 


Lembrando que não há vacina disponível até o momento. 


Vou viajar para um local com casos de Coronavírus (Covid-19). O que faço? 


Avalie a necessidade real da viagem e adie, se possível. Caso for inevitável, previna-se e siga as orientações das autoridades de saúde do local. 


Voltei de viagem de um local com casos de Coronavírus (Covid-19). O que faço? 


Fique atento à sua condição de saúde, principalmente nos primeiros 14 dias. E busque reforçar os hábitos de higiene. 


Caso apresente sintomas como febre, tosse ou dificuldade ao respirar, procure uma unidade de saúde e informe o seu histórico de viagem. 


A Assecor se preocupa com você: fique tranquilo, mas atento! 


A infecção por Coronavírus é uma doença de baixa letalidade. A maior preocupação é quando a doença atinge idosos ou pessoas com doenças crônicas. 


Informação e lavar as mãos com sabão são as melhores prevenções! 


O Ministério da Saúde realiza diariamente coletiva de imprensa e atualização dos dados da doença no Brasil e no mundo. Além lançar o aplicativo Coronavírus SUS, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a doença por meio de notícias oficiais e orientações corretas de prevenção e identificação de sintomas. O app está disponível para download grátis em celulares Android (https://play.google.com/store/apps/details?id=br.gov.datasus.guardioes) e iPhone (iOS) (https://apps.apple.com/br/app/coronav%C3%ADrus-sus/id1408008382), e fornece, entre outras coisas, um mapa com as unidades de saúde mais próximas da localização do indivíduo e um formulário de autoexame para identificar uma possível contaminação.


O app também possui um link para os canais de comunicação da entidade voltados para a checagem de fatos sobre o coronavírus. Qualquer usuário pode confirmar a veracidade de notícias e imagens recebidos através do site www.saude.gov.br/fakenews, pelo WhatsApp (61) 99289-4640 ou pelo Disque Saúde 136.


Quer saber mais? Acesse saude.gov.br/coronavirus 

 


Comentários por Disqus